quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Nº16: Marcos Joaquim dos Santos


  • Marcos Joaquim dos Santos.
  • Defesa Central.
  • Nasceu a 14 de Setembro de 1975 em Caruaru (Brasil).
  • Títulos no Sporting: 1 Campeonato Nacional (1999/00).

Marcos é um defesa central brasileiro que passou pelo Sporting no final dos anos 90, chegando a vencer o título de 1999/00. Apesar de ter sido utilizado com alguma regularidade enquanto permaneceu no clube nunca demonstrou um rendimento aceitável o que o levou a ser dispensado rumo ao Brasil no final de uma época de sucesso para o clube. É por isso mais um flop que passou pelo centro da defesa do Sporting, sem conseguir fazer esquecer Marco Aurélio.

O defesa brasileiro, ainda no activo, fez a sua formação no Clube Atlético do Porto, do Brasil, de onde saiu com apenas 19 anos para Portugal. O seu destino foi o Rio Ave, sendo apontado como uma promessa brasileira. O Rio Ave militava na 2ª Divisão de Honra, subindo no final da época e vencendo a competição, com Marcos a ser pouco utilizado. Na época seguinte, mais do mesmo, no Campeonato Nacional da 1ª Divisão, com o Rio Ave a escapar da despromoção na última jornada. A época de 1997/98 foi a da confirmação para Marcos que jogou 30 jogos e marcou 6 golos, no 9º lugar do Rio Ave no principal Campeonato de futebol português.
No final dessa época transferiu-se para o PSV onde não disputou qualquer jogo, ficando no seu palmarés a Supertaça Holandesa. No mercado de Inverno da época de 1998/99, saiu do Sporting o defesa brasileiro Marco Aurélio que tinha chegado até capitão de equipa. Para o seu lugar, o Sporting foi buscar Marcos ao PSV.
A sua estreia ocorreu pela mão de Mirko Jozic, no dia 23 de Janeiro de 1999, no Municipal de Chaves, no empate com o Desportivo local a 2 golos. Nesse dia, o Sporting alinhou com: Tiago; Patacas (Santamaría, 68m), Beto, Marcos e Heinze; Pedro Barbosa, Vidigal e Vinicius (Acosta, 72m); Simão, Krpan e Edmilson. Os golos foram marcados por Simão aos 20m e por Beto aos 44m. Nessa época, que ficaria marcada pelo 4º lugar do Sporting no Campeonato, pese embora o excelente futebol praticado, Marcos realizaria 16 jogos marcando 1 golo. Esse golo ocorreu a 27 de Fevereiro, na deslocação ao Estádio Mário Duarte, em Aveiro, no jogo em que o Sporting empatou (2-2) com o Beira-Mar. Marcos marcou aos 8m, sendo que o outro golo foi apontado por Edmilson aos 30m. Como curiosidade, dizer que nesse dia o Sporting alinhou com: Tiago; Quim Berto, Beto, Marcos e Vinicius; Pedro Barbosa (Rui Jorge, 80m), Edmilson, Duscher (Krpan, 75m), Delfim e Simão; Iordanov. Nos jogos, até ao fim do Campeonato, a dupla Beto/Marcos concedeu 16 golos.
Na época seguinte, Marcos começou por se afirmar como titular com Giuseppe Materazzi, mas perdeu a titularidade após 2 episódios infelizes. Primeiro, na derrocada do Sporting na Noruega ao perder por 3-0 frente ao Viking, em que cometeu um penalty desnecessário, ao praticamente agarrar a bola com as duas mãos dentro da área. Depois, já a 25 de Setembro em que fez uma fraca exibição e foi expulso no jogo frente ao Gil Vicente (1-1). No final desse jogo, Materazzi foi despedido e Marcos só jogou mais 3 vezes, com Augusto Inácio. Num desses jogos Marcos marcou o seu único golo da época, na Taça de Portugal, no dia 9 de Fevereiro de 2000, na vitória do Sporting por 3-0 frente aos Dragões Sandinenses nos quartos de final da prova. O golo foi marcado aos 83m e os outros 2 golos foram apontados por Toñito aos 77m e por Afonso Martins aos 89m. A equipa que jogou nesse dia foi a seguinte: Nelson; César Prates, Marcos, Quiroga e Vinicius (Afonso Martins, 2m); Pedro Barbosa, Bino, Toñito, Edmilson (Mbo Mpenza, 70m) e De Franceschi (Spehar, 65m); Iordanov. O último jogo de Marcos com a camisola do Sporting, para o Campeonato, foi a 22 de Janeiro na vitória por 4-1 frente ao Santa Clara, em Alvalade. A época culminaria com a conquista do título nacional.

Equipa do Sporting que a 30 de Agosto de 1999 recebeu e venceu o V. Setúbal por 2-1, em Alvalade.
Em cima, da esquerda para a direita: Schmeichel, Pedro Barbosa, Marcos, Beto, Duscher e Saber.
Em baixo, pela mesma ordem: Vinicius, Toñito, Edmilson, Ayew e Delfim.


No final da época, Marcos foi dispensado rumo ao Brasil para jogar no Vitória. Em 2000, ainda foi a tempo de jogar 12 jogos e marcar 3 golos, ajudando a equipa a permanecer na principal divisão brasileira, ao ficar no 18º lugar em 25 equipas. Na época seguinte, num Campeonato de 28 equipas, o Vitória ficou em 16º e Marcos realizou 15 jogos marcando 1 golo. Em 2002, permaneceu no Vitória para ficar no 10º lugar, fazendo 19 jogos e marcando 1 golo.
Na época seguinte, levava já 23 jogos no Campeonato Brasileiro pelo Vitória quando foi contratado pelo Estrela da Amadora para a época 2003/04 em que este clube regressava ao principal escalão do futebol português. Diga-se que Marcos venceu nesses últimos 2 anos no Vitória dois Estaduais da Bahia e uma Taça do Nordeste. No Estrela, a época foi um desastre, com um camião de jogadores a dar entrada na Reboleira e o clube a afundar-se no último lugar da Classificação descendo de divisão. Marcos realizou 13 jogos sob o comando de João Alves e Miguel Quaresma. Regressou em 2005 ao Brasil para o Vasco da Gama, mas passou logo de seguida para o Paraná, onde disputou 26 jogos, ajudando a equipa a ficar no 7º lugar da geral, entre 22 equipas. Na época seguinte, foi para o seu clube actual: o Atlético Mineiro. Disputou a Série B brasileira, vencendo essa mesma competição. Em 2007, venceu o Estadual de Minas Gerais e com 33 jogos disputados e 5 golos marcados, ajudou a equipa a classificar-se no 8º lugar do Brasileirão.
Na actual época, Marcos já leva 1 golo marcado em 20 jogos realizados com a camisola do Atlético Mineiro, que a 3 jornadas do final da prova segue no 10º lugar da classificação.


Carreira

1995/96: Rio Ave

1996/97: Rio Ave

1997/98: Rio Ave

1998/99: PSV
Sporting

1999/00: Sporting

2001: Vitória

2002: Vitória

2003/04: Estrela Amadora

2005: Paraná

2006: Atlético Mineiro

2007: Atlético Mineiro

2008: Atlético Mineiro

Carreira no Sporting

1998/99: 16 1 / - - / - -
(desde Janeiro)

1999/00: 5 - / 1 1 / 2 -

*Época: Campeonato (J; G)/ Taça (J;G)/ Europa (J;G)

Avaliação: Flop

1 comentário:

Bruno V. disse...

Grande flop. Fez uma boa época no Rio Ave, mas de resto, nem no PSV, nem no Sporting.