sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Nº23: João Pedro da Cruz

  • João Pedro da Cruz.
  • Extremo Esquerdo/Avançado.
  • Nasceu a 31 de Outubro de 1915, em Évora.
  • Faleceu a 7 de Julho de 1981, em Évora.
  • Títulos no Sporting: 3 Campeonatos Nacionais (1940/41, 1943/44 e 1946/47), 2 Taças de Portugal (1940/41 e 1945/46), 1 Campeonato de Portugal (1937/38) e 8 Campeonatos de Lisboa (1936/37, 1937/38, 1938/39, 1940/41, 1941/42, 1942/43, 1944/45 e 1946/47).
  • 10 Internacionalizações.

João Cruz foi um fabuloso jogador que passou pelo Sporting durante 11 anos, conseguindo inúmeros títulos e sendo o 10º melhor marcador de sempre do clube. Era avançado, mas jogava a extremo esquerdo no habitual esquema da época de cinco avançados ao lado daqueles que os mais antigos garantem ter superado os Cinco Violinos: Adolfo Mourão, Manuel Soeiro, Fernando Peyroteo (que fez parte depois dos Cinco Violinos) e Pedro Pireza. Acabou por perder fulgor quando apareceu o Violino Albano e acabou a sua carreira aquando do aparecimento do Violino Manuel Vasques.



Nascido em Évora, começou a carreira no Vitória de Setúbal e veio para o Sporting em 1936. Estreou-se na 1ª jornada do Campeonato de Lisboa, que viria a vencer, no jogo frente ao Carcavelinhos que acabou com um empate a 2 golos, com Soeiro a marcar os dois golos aos 35m e 88m. Sob o comando de Joseph Szabo, o Sporting alinhou nesse dia 11 de Outubro de 1936 com: Azevedo; António Serrano e Joaquim Serrano; Abelhinha, Henriques e Faustino; João Cruz, Pireza, Soeiro, Adolfo Mourão e Francisco Lopes. A sua estreia a marcar com a camisola leonina ocorreu uma semana depois na goleada que o Sporting infligiu ao Benfica por 5-0, no Campo das Amoreiras. João Cruz iria inaugurar o marcador aos 17m, sendo seguido por Soeiro aos 29m e 70, Pireza aos 77m e Faustino aos 88m.
Na época seguinte, chegaria ao Sporting um senhor chamado Fernando Peyroteo e estava formado o primeiro grande quinteto atacante do Sporting com João Cruz, Fernando Peyroteo, Pedro Pireza, Adolfo Mourão e Manuel Soeiro. Os antigos garantem que este suplantou os Cinco Violinos, Peyroteo, Albano, Vasques, Jesus Correia e Travassos. João Cruz iria marcar 22 golos num total de 28 jogos disputados, ajudando à conquista de mais um Campeonato de Lisboa.

João Cruz iria marcar sempre uma quantidade apreciável de golos ao longo da sua carreira de leão ao peito, sendo que o seu ano mais produtivo foi o de 1942/43, em que apontou um total de 25 golos em 30 jogos. Nesse ano, história com contornos de épico: num jogo contra o Benfica, o guarda-redes Azevedo lesiona-se aos 52m e João Cruz vai para a baliza. Não sofreu golos durante os restantes 38m do jogo!
Começou a perder algum fulgor com a chegada de Albano e, após uma época em mal jogou, vê a chegada de Vasques cortar a sua presença na equipa. De facto, o seu último jogo com a camisola do Sporting data da época de 1946/47, no Campeonato da I Liga, na derrota por 3-1 em casa do Benfica. Foi no dia 8 de Junho de 1947, sob o comando de Robert Kelly, com o golo a ser marcado por Sidónio Silva aos 26m, sendo que o Sporting apresentou uma equipa de segunda linha: Manuel Reis; Ismael Borges e Juvenal Silva; Canário, Manuel Marques e Veríssimo Alves; Armando Ferreira, Luís Cordeiro, Sidónio Silva, António Marques e João Cruz.
João Cruz, que faleceu em 1981, fica, assim, na história do Sporting ao ser o 10º melhor marcador de sempre com mais de uma centena de golos e por ser dos mais titulados. Contabilizou um total de 14 títulos e 10 Internacionalizações pela selecção portuguesa. É uma figura incontornável na história do Sporting Clube de Portugal!

Carreira

1934/35: V. Setúbal

1935/36: V. Setúbal

1936/37: Sporting

1937/38: Sporting

1938/39: Sporting

1939/40: Sporting

1940/41: Sporting

1941/42: Sporting

1942/43: Sporting

1943/44: Sporting

1944/45: Sporting

1945/46: Sporting

1946/47: Sporting

Carreira no Sporting*

1936/37: 14;5 / 7;2 / 10/2

1937/38: 13;7 / 5;3 / 10;12

1938/39: 13;6 / 6;1 / 8;6

1939/40: 17;10 / 4;3 / 10;4

1940/41: 13;5 / 7;4 / 10;11

1941/42: 21;12 / 3;1 / 10;12

1942/43: 17;15 / 3;1 / 10;9

1943/44: 16;3 / 2;- / 7;3

1944/45: 7;2 / 8;- / 8;1

1945/46: 12;- / -;- / 3;-

1946/47: 2;- / -;- / 1;-

*Época: Campeonato I Liga (J;G)/Campeonato Portugal e Taça (J;G)/Campeonato Lisboa (J;G)

Avaliação: Craque

1 comentário:

Bruno V. disse...

Por tudo o que aqui é dito sobre ele, só posso dizer: craque.