sábado, 10 de outubro de 2009

Nº46: Renato Jorge Magalhães Dias Assunção


  • Renato Jorge Magalhães Dias Assunção.
  • Defesa Central.
  • Nasceu a 21 de Janeiro de 1973 no Porto.
  • Títulos no Sporting: Nada a assinalar.


O Renato foi mais um jogador que passou pelo Sporting nos anos 90 e não vingou. Central do Salgueiros, veio pela mão de Carlos Manuel para o Sporting para ser suplente de Beto e Marco Aurélio acabando por fazer a ponta final da terrível época de 1997/98 a titular. Tornou-se depois da sua passagem pelo Sporting o eterno central do União Leiria. Actualmente, voltou ao Salgueiros do seu coração para participar no novo projecto da equipa de Paranhos.


Nascido no Porto, Renato Assunção, começou a jogar no FC Porto, passando nos juvenis para o Salgueiros, na época de 1988/89. Aí completou o seu processo de formação, ascendendo à equipa principal em 1991/92, fazendo apenas 7 jogos no 15º lugar da equipa, sob o comando de Filipovic.
Na época seguinte, a equipa repetiu a classificação e Renato afirmou-se como titular ao lado de Pedro Reis na defesa salgueirista, completando 25 jogos com 1 golo marcado. A época de 1993/94, com Mário Reis foi mais tranquila para a equipa, mas mais intermitente para Renato que alinhou em 16 jogos, alternando com Djoincevic no lugar ao lado de Pedro Reis.
Na seguinte época, o 11º lugar da equipa permitiu mais uma vez a permanência na principal divisão do futebol português. Para isso contribuiu e muito a titularidade de Renato ao lado do eterno Pedro Reis, realizando 24 jogos. Em 1995/96, Mário Reis deixou a equipa mais uma vez a salvo e Renato marcou 1 golo em 29 jogos disputados.



A época de 1996/97, foi sensacional com Carlos Manuel a levar o Salgueiros ao 6º lugar do Campeonato, ficando às portas da Europa. Renato alinhou em 17 jogos. Depois, 1997/98, foi a última época em Vidal Pinheiro para Renato, com 1 golo em 23 jogos a valerem-lhe a transferência na segunda metade da época para o Sporting, com Carlos Manuel.
Estreou-se a titular a 8 de Março de 1998, no empate caseiro com o Marítimo, com o golo do Sporting a ser apontado por Oceano aos 16m. Nesse dia, Carlos Manuel fez alinhar a seguinte equipa: Tiago; Luís Miguel (Ivo Damas, 66m), Marco Aurélio, Renato e Quim Berto; Pedro Barbosa, Oceano, Vidigal (Paulo Alves, 83m) e Afonso Martins (Simão, 51m); Edmilson e Leandro. Jogou em mais 8 jogos até final da época, 7 deles de forma consecutiva.
Na época seguinte, com Jozic apenas fez metade da época em Alvalade, jogando apenas em 2 jogos. O primeiro foi em Vila do Conde ao entrar aos 82m para o lugar de Leandro. O segundo jogo foi a titular, na 8ª jornada, em Faro na vitória do Sporting por 3-1 com golos de Simão aos 29m, Delfim aos 39m e Krpan aos 83m com o golo do Farense a ser marcado por Granov aos 26m. A equipa desse jogo foi a seguinte: Tiago; Saber, Vidigal, Renato e Nuno Valente; Delfim, Duscher e Bino; Simão, Leandro (Krpan, 82m) e Iordanov.
Foi emprestado ao V. Setúbal onde apenas realizou 1 jogo.
Na época seguinte, foi libertado rumo a Leiria para fazer dupla de centrais com o seu velho conhecido Paulo Duarte. Fez logo 32 jogos, contribuindo para o 10º lugar da equipa na geral.
Em 2000/01, fez 31 jogos no fantástico 5º lugar da equipa sob o comando de Manuel José, formando uma zona defensiva tremendamente eficaz com Costinha à baliza e Bilro, Paulo Duarte e Nuno Valente ao seu lado na defesa, uma defesa que se pode considerar sportinguista, dado que Paulo Duarte foi o único que nunca passou pelos quadros leoninos.



Na época seguinte, o 7º lugar foi assegurado já por Vítor Pontes e Renato voltou a comandar a defensiva leiriense ao alinhar em 30 jogos. A época de 2002/03 ficou marcada por novo 5º lugar e chegada à final da Taça de Portugal com Manuel Cajuda ao comando da equipa e Renato a merecer a confiança para liderar a defensiva em 32 jogos, marcando 1 golo.
Em 2003/04, repartiu a época por Leiria com 12 jogos e 2 golos e Matosinhos com 13 jogos pelo Leixões. Regressou na época seguinte, para realizar 30 jogos e marcar 2 golos. Fez mais três épocas em Leiria, com 26, 22 e 4 jogos disputados respectivamente. A época passada resolveu voltar aos relvados depois de anunciar a despedida para representar o Salgueiros 08 nos escalões distritais, disputando 22 jogos e marcando 2 golos.


Carreira

1991/92: Salgueiros

1992/93: Salgueiros

1993/94: Salgueiros

1994/95: Salgueiros

1995/96: Salgueiros

1996/97: Salgueiros

1997/98: Salgueiros
Sporting

1998/99: Sporting
V. Setúbal

1999/00: U. Leiria

2000/01: U. Leiria

2001/02: U. Leiria

2002/03: U. Leiria

2003/04: U. Leiria
Leixões

2004/05: U. Leiria

2005/06: U. Leiria

2006/07: U. Leiria

2007/08: U. Leiria

2008/09: Salgueiros 08

Carreira no Sporting*

1997/98: 9;- / -;- / -;-
(Desde Fevereiro)

1998/99: 2;- / -;- / -;-
(Até Janeiro)

*Época: Campeonato (J;G) / Taça (J;G) / Europa (J;G)

Avaliação: Flop

3 comentários:

Bruno Venâncio disse...

Um esteio no Salgueiros e Leiria. Grande flop no Sporting.

PS: Miguel, é Salgueiros 08. Porque foi re-fundado em 2008.

M. Paim disse...

Ups, obrigado pela correcção Bruno :)

Sportinguista disse...

Passei a ser vosso seguidor aconselho agora a visitar: http://sportingatmorrer.blogspot.com/