terça-feira, 10 de novembro de 2009

Nº49: Paulo Fernando Estalagem Poejo



  • Paulo Fernando Estalagem Poejo.
  • Médio Centro.
  • Nasceu a 30 de Setembro de 1973 em Lisboa.
  • Títulos no Sporting: Nada a assinalar.


O Poejo foi mais um dos jovens saídos das escolas do Sporting no início dos anos 90 que não vingou na primeira equipa. Apesar disso, acabou por construir uma carreira meritória em clubes portugueses de menor dimensão. Numa primeira fase, foi aposta de Queiroz, mas depois, à imagem de muitos, acabou por sair pela porta pequena para prosseguir a sua carreira da melhor forma. Hoje em dia está retirado do futebol.



Nascido em Lisboa, Paulo Poejo, começou a jogar futebol nas escolinhas do CAC da Pontinha, para onde entrou com apenas 8 anos em 1981. Em 1984 passou para os infantis do Sporting onde realizou o resto da sua formação até chegar a treinar com a equipa principal em 1992/93, sob o comando de Bobby Robson. Teve como prémio a possibilidade de ir para o banco no último jogo do Campeonato, frente ao Paços Ferreira, onde não chegou a jogar.
Na época seguinte, fez parte do plantel principal, mas só conseguiu começar a jogar após a entrada de Carlos Queiroz para o comando técnico. Fez a sua estreia a titular no Campeonato, na 14ª jornada, no empate caseiro frente ao Marítimo (1-1), com o golo do Sporting a ser apontado por Iordanov aos 77m. Nesse dia, o Sporting alinhou com: Costinha; Nélson, Carlos Jorge (Marinho, 60m), Valckx e Paulo Torres; Peixe, Poejo e Paulo Sousa; Iordanov, Juskowiak e Pacheco (Porfírio, 62m).
Realizou ao longo da época 14 jogos no Campeonato e 7 na Taça Portugal. O seu último jogo no Sporting foi na última jornada frente ao Paços Ferreira (3-1, com golos de Carlos Jorge aos 28m e 75m e Paulo Tomás aos 86m). Carlos Queiroz colocou a seguinte equipa a jogar: Costinha; Marinho, Vujacic, Carlos Jorge e Leal; Amaral (Paulo Tomás, 60m), Poejo, Filipe e Pacheco; Cadete e Porfírio (Renato Santos, 55m).
Nessa altura, chegou à selecção de sub-21 onde disputou 6 jogos com 1 golo marcado.



Saiu para o U. Leiria, para ser peça importante de Vítor Manuel no 6º lugar da equipa, realizando 27 jogos e marcando 2 golos. Foi para o E. Amadora realizar 21 jogos antes de regressar a Leiria para fazer um total de 24 jogos na descida de divisão da equipa leiriense.



Em 1997/98, jogou no Desportivo das Aves, numa época difícil da equipa na 2ª Divisão Honra, já que conseguiram a permanência a pouco tempo do final da época. Poejo, à sua conta, realizou 28 jogos e marcou 2 golos.
Na época seguinte, a equipa ficou às portas da subida de divisão sob o comando do Prof. Neca e Poejo voltou a marcar 2 golos, mas apenas em 21 jogos disputados.
Em 1999/00, foi contratado por Carlos Manuel para o Campomaiorense. Tornou-se peça importante do meio campo da equipa alentejana, ao realizar 29 jogos e marcar 1 golo no 13º lugar da equipa no Campeonato. A época seguinte, acabou por marcar a descida da equipa dos Cafés Delta à 2ª Divisão Honra, com Poejo a realizar 26 jogos, marcando 1 golo.



Teve como prémio continuar na principal divisão do futebol português, ao serviço do Alverca, que desceu de divisão, com Poejo a realizar 18 jogos.
Na época seguinte, o Alverca subiu com Poejo a realizar 10 jogos, antes de fazer a sua última época nos Campeonatos profissionais, com apenas 3 jogos ao serviço da equipa ribatejana.
Retirou-se em 2004/05, com apenas 31 anos, depois de disputar 12 jogos ao serviço do Olivais e Moscavide na IIª B.


Carreira

1992/93: Sporting

1993/94: Sporting

1994/95: U. Leiria

1995/96: E. Amadora

1996/97: U. Leiria

1997/98: D. Aves

1998/99: D. Aves

1999/00: Campomaiorense

2000/01: Campomaiorense

2001/02: Alverca

2002/03: Alverca

2003/04: Alverca

2004/05: O. Moscavide

Carreira no Sporting*

1992/93: -;- / -;- / -;-

1993/94: 14;- / 7;- / -;-

*Época: Campeonato (J;G) / Taça (J;G) / Europa (J;G)

Avaliação: Flop

PS: Daqui a 10 dias, o jogador nº50 será uma homenagem a um futebolista a quem a vida pregou uma partida. Não jogou muito tempo, mas ficou no nosso coração e ele próprio ficou com o Sporting no coração. Não é difícil adivinhar...

1 comentário:

Bruno Venâncio disse...

Flop. Prometeu mais do que depois conseguiu atingir na carreira.

PS: Cherbakov.